Blog

Como evitar gastos extras com manutentor?

Como evitar gastos extras com manutentor?

Sabemos que os gastos com manutentor na indústria pode ser um dos mais altos, mas nós também sabemos como evitar que seja assim.

Não ache normal precisar de várias manutenções ao longo de pequenos períodos e fora das datas estipuladas para as devidas correções nas máquinas e equipamentos. Quando isso acontece, é sinal de que existem erros a serem corrigidos no seu processo produtivo.

Também é fato que o dia a dia na indústria é bastante corrido, com processos e ações importantes que precisam ser realizadas para ontem.

Por isso, seremos claros e diretos, mostrando a você 4 ações eficazes que, quando colocadas em prática, vão reduzir os gastos com manutentor na sua indústria!

1. Criar e seguir um cronograma de manutenção reduz os gastos com manutentor

Quando os processos de prevenção estão em dia, dificilmente você vai precisar solicitar os serviços do manutentor fora dos períodos planejados.

Já falamos aqui no blog sobre a importância de criar um cronograma de revisões para a manutenção da empilhadeira e vale enfatizar: desenvolva um cronograma, com datas precisas e adequadas para “dar uma geral” nas máquinas, um verdadeiro checklist mesmo.

Isso é importante para estar ciente sobre quais problemas podem acontecer com a empilhadeira elétrica, por exemplo. Para além de evitar, saber como lidar com eles quando ocorrerem e, obviamente, evitar custos e gastos desnecessários.

Você pode achar que isso seja uma perda de tempo, mas não se deixe enganar, porque vai evitar bastante dores de cabeça no futuro e economia de tempo e dinheiro, ao invés de ser pego de surpresa e precisar parar a máquina por um tempo maior para consertá-la.

2. Investir em equipamentos e peças de qualidade

Em um cenário preparado para reduzir os gastos extras com o manutentor, devido a quebras e defeitos inesperados nas empilhadeiras e transpaleteiras, a qualidade das peças não deve ser vista como um luxo.

Equipamentos e peças de qualidade são cruciais para garantir economia e segurança no trabalho, além de serem fundamentais para a saúde financeira e dos trabalhadores da sua indústria. Logo, é necessário que a máquina conte com peças com qualidade certificada, desde às rodas ao motor.

Neste ponto, é essencial optar por fornecedores e fabricantes que ofereçam o devido suporte após a aquisição dos materiais e acessórios da empilhadeira. Parceiros que ofereçam assistência técnica de qualidade são essenciais.

Baixe o infográfico gratuitamente e confira alguns dos principais equipamentos que podem fazer a diferença na sua indústria.

infografico-equipamentos-e-pecas-que-precisam-ser-de-qualidade-para-garantir-eficacia-nos-trabalhos-internos-da-industria 3. Manter a equipe sempre capacitada

Para reduzir os gastos com o manutentor, toda a equipe precisa estar alinhada, indo do gerente, passando pelo comprador até o operador da empilhadeira. Para isso, é preciso investir constantemente nos profissionais, individual e coletivamente.

A Sigga Technologies destaca algumas ações que podem ajudar neste cenário:

  • Oferecer um treinamento completo na admissão;
  • Promover reciclagens periódicas de todos os temas do treinamento inicial;
  • Providenciar reuniões coletivas para levantamento de dúvidas e sugestões;
  • Investir na capacitação em novas tecnologias para acompanhar a evolução da indústria;
  • Proporcionar minicursos com temas ligados à produtividade (gestão do tempo, organização, trabalho em equipe etc.).

Isso vai evitar estragos e perdas de eficiência devido à falta de preparo dos profissionais, como destacamos a seguir.

Realizar a utilização correta das máquinas e equipamentos

No caso da empilhadeira, por exemplo, quem opera a máquina, além de seguir os procedimentos corretamente, deve estar atento e capacitado para perceber eventuais problemas no equipamento, identificando o quanto antes o possível defeito, evitando maiores prejuízos.

Lembre-se que quando os equipamentos são usados de forma incorreta, acontece um desgaste prematuro dos componentes, logo, você terá mais gastos com o manutentor.

4. Definir procedimentos padrões

Quando existe a falta de padronização nos processos da indústria, isso representa uma das maiores causas de falhas e erros que vão precisar do manutentor para resolver. Por isso, manter procedimentos detalhados para guiar os profissionais em suas atividades é fundamental.

Escolha um método que funcione dentro das tarefas e objetivos do seu negócio. Com o advento da Indústria 4.0, não vai ser difícil encontrar um sistema que funcione para o setor.

Mas, não falamos apenas de automatização de processos, este é um passo importante, mas a organização com foco em evitar falhas pode seguir caminhos mais simples no dia a dia.

Uma sugestão é alinhar os principais processos realizados na indústria, como:

  • Identificar quando e como serão feitas as etapas da manutenção preventiva de cada máquina;
  • Desenvolver procedimentos que devem ser realizados quando um equipamento quebra;
  • Definir um responsável por cada atividade;
  • Fazer os registros dos serviços realizados.

Coloque estas dicas em prática e evite gastos extras com o manutentor!

Na sua indústria são realizadas algumas das ações que citamos aqui? Recomendamos que considere nossas dicas e, na medida que se encaixa nas necessidades e processos da sua empresa, faça delas parte do dia a dia dos profissionais.

Se você quer contar com as melhores rodas em poliuretano do Brasil para garantir mais qualidade para suas empilhadeiras elétricas, clique abaixo e solicite um orçamento sem compromisso!

Solicitar orçamento

Adove

Adove

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

EnglishPortugueseSpanish