Blog

Como aumentar a vida útil das empilhadeiras elétricas_

Como aumentar a vida útil das empilhadeiras elétricas?

Reduzir custos e aumentar a produtividade são apenas alguns dos benefícios adquiridos ao conseguir aumentar a vida útil das empilhadeiras elétricas.

Além disso, sabemos que você está ciente da importância dos cuidados necessários com os equipamentos, acessórios e maquinário em geral. No entanto, a rotina diária pode fazer com isso seja deixado de lado, não é mesmo?

Pensando em ajudá-lo neste ponto, desenvolvemos este material com algumas dicas que, quando colocadas em prática, prolongam o desempenho da máquina e evitam que seja necessário ficar parando a empilhadeira constantemente para manutenções!

Fique atento ao contraste de temperatura e umidade do ambiente da empilhadeira elétrica

Como é o local onde a empilhadeira elétrica é operada na sua empresa? Esse é um ponto a se ficar atento quando o objetivo é proporcionar maior longevidade para o maquinário.

Em casos que a empilhadeira elétrica é usada em um ambiente com misturas de temperaturas, por exemplo, onde seja operada tanto em locais bem frios, quanto mais quentes, pode afetar bastante a vida útil dela.

Ou seja, fique atento a isso e evite usar a mesma empilhadeira elétrica para locais com temperaturas muito distintas. Isso inclui as demais peças da máquina, como as baterias, já que o armazenamento delas, também deve seguir essa lógica, de modo a não serem danificadas.

Tenha cuidado com a baterias tracionárias das empilhadeiras elétricas

Quando se trata de empilhadeiras elétricas, o cuidado com a bateria tracionária é um ponto muito importante. Algumas dicas para manter tudo sob controle são:

  • Não faça operações com a empilhadeira elétrica muito aquecida: quando passa de 35°C, o sulfato de chumbo começa a perder suas propriedades e o componente vai decantando para o fundo da bateria, e isso é altamente prejudicial
  • Fique de olho na trepidação: a durabilidade da bateria de uma empilhadeira elétrica pode ser danificada quando a máquina é utilizada em pisos irregulares e quando são feitas manobras mais bruscas. Essas ações podem fazer a massa desprender das placas e ficar alojada no fundo da bateria.
  • Dê atenção especial à água: esse pode parecer óbvio para você, mas colocamos aqui para reforçar a sua importância!

Remova com frequência os produtos derramados nas empilhadeiras elétricas

É comum que esse tipo de máquina seja utilizado em ambientes muito danosos. Com isso, a limpeza regular é essencial para garantir desempenho ideal por mais tempo.

Tenha em mente que empilhar e organizar materiais a granel, por exemplo, gera muita poeira. Isso pode levar a uma corrosão significativa na estrutura da máquina.

Então, lembre-se que o derramamento de produtos na empilhadeira, pode acelerar sua corrosão e danificar as peças. Isso porque, o entupimento tranca os espaços da máquina, e assim aumenta a umidade e a temperatura de funcionamento.

Conte com profissionais capacitados

É fundamental proporcionar treinamento adequado para os colaboradores manusearem os equipamentos da forma correta. Garanta que o profissional que controla a empilhadeira seja capacitado para o cargo e, ainda, busque oferecer cursos regulares de aperfeiçoamento sobre operações, em especial sobre a NR11.

Esse ponto ainda inclui os mecânicos das máquinas. Não pense que está tudo bem contratar mecânicos sem qualificação específica para empilhadeiras elétricas, pois o barato pode – e vai – acabar saindo caro.

Tenha em mente que esse tipo de equipamento tem particularidades técnicas e exigem que ferramentas adequadas sejam usadas. Então, tanto as manutenções preventivas, quanto as corretivas, devem ser feitas por técnicos qualificados para atuar com empilhadeiras elétricas.

Realize a manutenção preventiva

Não tem como deixar esse processo de lado, ele é mesmo importantíssimo para fazer com que as empilhadeiras elétricas tenham um bom desempenho por mais tempo.

Ainda que essa ação seja deixada de lado por parecer perda de tempo, acredite, o tempo perdido se a máquina estragar, será maior, assim como os custos.

Claro que com as dicas que já passamos, a vida útil da máquina já será bastante otimizada. Mas, fazer manutenção preventiva é, literalmente, prevenir problemas futuros (estes, com certeza, vão tomar mais tempo e dinheiro, do que fazer as possíveis correções com antecedência).

Seja pensando em economizar tempo ou dinheiro, a manutenção preventiva das empilhadeiras elétricas é a melhor opção. Se ainda não está convencido, é só ter em mente que as manutenções corretivas dão muito mais dores de cabeça, são sempre bem mais custosas e, a máquina precisará parar de operar, sem um planejamento prévio.

Invista em equipamentos e acessórios de qualidade!

O primeiro e fundamental ponto é ter uma marca de confiança, que forneça produtos com qualidade garantida e que agrega para o melhor desempenho da empilhadeira elétrica.

Opte por fazer parcerias com empresas que oferecem um portfólio com as soluções certas para o seu negócio, que garantam a excelência dos produtos e ainda forneçam profissionais capacitados, para garantir a qualidade em todas as etapas.

Inclusive, esse ponto se encaixa com o tão sonhado equilíbrio em reduzir custos, sem perder a qualidade. Um dos pontos básicos para ter isso, é investir em equipamentos e peças de qualidade, já que, mesmo que mais caro em um primeiro momento, a longo prazo os produtos e acessórios se paga e se tornam muito vantajoso para a indústria.

Antes de utilizar, prepare a empilhadeira elétrica

Este é um ponto bastante importante para fazer a máquina ter uma vida útil muito maior. Trata-se de aquecer a empilhadeira antes de começar as operações – etapa esta que é fundamental para aquecer o óleo.

Para este processo, recomenda-se fazer o aquecimento por no mínimo 5 minutos. Neste período, realize todas as ações de tração e de elevação repetidas vezes. E não pense em ignorar este procedimento, porque as válvulas proporcionais e vedantes, só funcionarão com eficácia, após o aquecimento da empilhadeira ter sido feito.

E então?

Como você pôde analisar, existem algumas ações que podem ser colocadas em prática, de modo a aumentar a vida útil das empilhadeiras elétricas.

Você deve controlar a execução destas atividades, bem como delegar as devidas tarefas para os colaboradores. Logo, se todos fizeram a sua parte, estas ações vão facilmente integrar a rotina de trabalho e todos só têm a ganhar com isso.

Ficou alguma dúvida? Fique à vontade para entrar em contato conosco. Agora, se você quer saber como coordenar com mais eficácia as ações dentro da Central de Distribuição, acesse nosso conteúdo sobre o assunto!

Adove

Adove

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

EnglishPortugueseSpanish