Blog

Descubra como escolher os melhores equipamentos de intralogística

Já fez o inventário de máquinas e equipamentos? Esse estudo pode dizer muito sobre a produtividade da sua empresa. Nem sempre a melhor resposta vai ser sobre a quantidade deles, mas sim sobre a qualidade. Neste conteúdo, aprenda como escolher os equipamentos de intralogística que você precisa ter no seu negócio.

Uma breve história da intralogística no mundo

Esse é um tópico inicial que vai trazer uma curiosidade histórica.No fim do texto, poderá notar a evolução que aconteceu nas máquinas usadas nesses ambientes.

Até a década de 1950, os materiais eram armazenados ao nível do piso, o que foi muito comum durante as grandes guerras. A partir desses anos é que começou a ser introduzida a ideia dos paletes e das empilhadeiras como solução logística.

Algumas décadas depois, com a expansão da indústria, a estocagem se tornou uma estratégica muito comum, o que fez surgir o efeito de verticalização de materiais. Depois, o mercado começou a exigir qualidade e variedade de produtos, dando importância aos pedidos e expedições, que passaram a ser automatizados.

E foi a partir das décadas de 1980 e 1990 que tivemos um grande boom na busca por uma cadeia de suprimentos que pudessem atender a demanda, no que ficou chamado de produção enxuta.

Na prática, todo esse movimento fez surgir a necessidade de se investir cada vez mais na criação de novos equipamentos para que, em cada fase da história, pudesse gerar os melhores resultados para as indústrias e também para os consumidores.

A importância dos equipamentos de intralogística hoje

Uma das melhores práticas para usar a intralogística de modo eficiente é adquirir máquinas de qualidade e que sejam adequadas para cada tipo de operação. E o que nem todo mundo nota em um primeiro momento é que essa escolha pode impactar muito o seu negócio.

Por exemplo, já pensou que o uso de uma boa máquina vai atuar diretamente na qualidade de vida do seu colaborador? Com bons equipamentos, eles podem trabalhar sem fazer tanto esforço físico, o que reduz drasticamente os índices de acidente de trabalho.

Além desse exemplo, vale trazer outra visão: a digitalização dos processos. Ao unir os dois conceitos é possível tornar uma empresa cada vez mais produtiva, ágil, econômica e otimizada para gerar bons resultados.

Bom para a saúde do trabalhador e para o processo. Só que além disso, tratar desse assunto de forma séria traz mais uma vantagem: é possível se referir às etapas internas da empresa de modo cada vez mais dinâmico.

O recebimento é o início do fluxo, partindo do agendamento. Depois da identificação, o acondicionamento dele. E, por fim, vem a saída, quando ele abastece a linha de produção ou vai para a expedição.

Em cada etapa, um tipo de equipamento pode ser o mais indicado. É por isso que a partir do próximo tópico, vamos entender um pouco mais sobre como escolher os melhores.

As características de cada empresa

Para ter um processo produtivo rápido e produtivo, a escolha dos equipamentos usados para transportar e movimentar mercadorias deve ser criteriosa. Neste tópico, nós vamos trazer as características que todo comprador ou gestor deve observar para adquirir esses maquinários. Vamos lá.

O tipo de equipamento

Um primeiro ponto importante é avaliar os tipos de equipamentos que existem no mercado para saber quais são aqueles que mais serão favoráveis ao seu negócio. As suas mercadorias são pesadas ou leves? Os produtos são robustos ou possuem fragilidades? São embalados? Cada uma dessas questões influencia na escolha do que será o seu melhor equipamento.

A distância do transporte

Mais um detalhe que vai fazer a diferença é considerar qual é a distância de deslocamento dos produtos. Eles serão levados para outros galpões? Se movimentaram em quantos metros? Vão passar por tipos de solos diferentes? Tais perguntas são relevantes para a escolha, também.

A velocidade média

Por fim, a última característica a ser observada no seu negócio para ter um novo equipamento de mercadorias deve responder à velocidade que ele poderá percorrer no transporte. Até porque os equipamentos mais rápidos tendem a ser mais caros, mas nem sempre podem levar cargas muito pesadas. É preciso estudar e comparar.

As características de cada equipamento

Neste tópico, a ideia é inverter a questão. Agora vamos trazer os detalhes importantes de cada maquinário, o que é importante para diferenciá-los no mercado. Para tanto, vale a pena considerar os sistemas que eles possuem. Veja.

Equipamentos de movimentação

Entre os principais sistemas de movimentações de cada equipamento de intralogística, temos: esteiras, roletes e transportadores. Basicamente, eles servem para transportar os produtos de um lugar para outro. Cada um possui suas vantagens e desvantagens.

As esteiras, por exemplo, são comuns em indústrias que precisam transportar itens pesados e volumosos e os roletes servem para itens pequenos e/ou leves. Já os transportadores podem mover qualquer tipo de item, tendo como atrativo as suas partes móveis.

Equipamentos de organização

Existem várias definições para empilhadeiras e guindastes. Neste conteúdo, vamos chamar de equipamentos de organização, mas também poderia ser equipamentos de transporte (os transportadores) ou até mesmo de movimentação.

Mas, vamos diferenciá-los do tópico acima porque eles são comuns em indústrias e para empresas que focam em organizar mercadorias de maneira eficiente.

E vale a atenção: eles variam muito considerando tamanho, peso, finalidade e muito mais. Vale a pena conhecer os modelos (contrapeso, elétricas retráteis, de combustão, patoladas, etc) porque elas são as mais versáteis da atualidade.

Equipamentos de armazenagem

Depois temos os sistemas que são essenciais para a organização de um ambiente que funcionam com a movimentação de mercadorias. Os principais são: estantes, racks, prateleiras e gôndolas. Eles se diferenciam, também, pelas suas características.

As estantes são mais simples, ideais para ambientes pequenos e que pouco variam em produtos. Os racks são parecidos, só que mais flexíveis. As prateleiras e as gôndolas são as mais comuns porque podem se deslocar e torna possível manter o ambiente produtivo.

Os equipamentos certos para a sua empresa

Quando se trata do transporte ou armazenagem de mercadorias, o uso do equipamento certo é determinante para a geração dos melhores resultados. 

Ele se torna essencial e necessário para todos os casos, especialmente quando se tem produtos frágeis ou pesados demais, por exemplo.

O uso deles vai agilizar o processo, tornando a intralogística uma estratégia eficiente para a empresa. Nessa conta de custo-benefício de um equipamento, é importante levar em conta os principais benefícios de investir na qualidade.

A exemplo disso vem as empilhadeiras, que já foram mencionadas acima. Hoje, existe o modelo elétrico, que pode colaborar com um processo mais sustentável. Mas, ao mesmo tempo, vale lembrar que há outros tipos de empilhadeiras disponíveis para logística interna.

Para se chegar na resposta sobre a definição do equipamento ideal para a sua situação, é preciso que se faça um primeiro questionamento: como vai acontecer a atividade na sua empresa? 

A partir disso inicia-se a pesquisa considerando consumo, combustíveis, flexibilidade, versatilidade e, obviamente, o custo-benefício.

Como ter redução de custos nos equipamentos 

Agora você tem todas as informações que precisa para fazer uma compra inteligente de equipamentos de intralogística. Inclusive, levando em conta a pesquisa sobre as características de cada um deles. Afinal, se for possível reduzir custos, melhor. Não é?

Nessa hora entra um ponto importante: o uso de materiais certos faz toda a diferença. Sabia, por exemplo, que é possível reduzir os custos de empilhadeiras e outros equipamentos ao usar soluções feitas em poliuretano? 

Esse é o material com melhor custo-benefício do mercado.

Para não alongarmos o conteúdo, veja essa breve explicação: as rodas de poliuretano da Empotech possuem maior vida útil, o que aumenta a eficiência dos equipamentos, maior redução na economia na manutenção e, portanto, a redução de custos também. Interessante… E, por isso, convidamos você a descobrir o quanto é possível economizar com os produtos da Empotech. Temos um gráfico comparativo que mostra isso, acesse.

Empotech

Empotech

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inscreva-se gratuitamente para receber a nossa newsletter:

Ao informar seus dados, você aceita receber comunicações e concorda com a Política de Privacidade.
Categorias
Categorias
Posts recentes