Blog

Manutenção de empilhadeira: como fazer com que ela ocorra dentro do planejado?

Manutenção de empilhadeira: como fazer com que ela ocorra dentro do planejado?

Quer saber como evitar paradas da empilhadeira para manutenções corretivas? Este conteúdo pode te ajudar!

As paradas por causa de estragos na empilhadeira prejudicam a produtividade e cortam o bom fluxo de trabalho.

Pensando nisso, preparamos este material para apresentar algumas ações que, quando praticadas, servem como soluções para que as manutenções aconteçam apenas quando planejadas.

Continue a leitura e saiba como otimizar e tornar mais assertiva a manutenção de empilhadeira!

Prevenção é fator-chave para a manutenção de empilhadeira dentro do prazo

Se você quer evitar paradas para consertos aleatórios na máquina, e garantir que a empilhadeira se mantenha íntegra até a próxima manutenção de rotina, então não tem como ignorar a manutenção preventiva.

Sabia que a grande maioria dos problemas que as empilhadeiras apresentam, poderiam ser evitados se as manutenções preventivas fossem levadas a sério? E isso inclui até mesmo a redução do consumo e o desempenho do equipamento.

Além disso, algumas das vantagens da manutenção preventiva em empilhadeiras envolvem:

  • Detectar possíveis falhas ainda não aparentes, as quais podem envolver até a segurança das operações;
  • Prolongar a vida útil das empilhadeiras e das peças;
  • Reduzir o consumo, uma vez que velas e filtros, por exemplo, vão refletir diretamente na economia;
  • Garantia de maior disponibilidade do equipamento, porque as manutenções corretivas ocupam mais tempo e não são planejadas.

Para que a manutenção preventiva seja feita corretamente e não seja necessário lidar com reparos não planejados na empilhadeira, considere:

Criar um cronograma de revisões para a manutenção da empilhadeira

Desenvolva um cronograma, com datas precisas e adequadas para “dar uma geral” na máquina, um verdadeiro checklist mesmo.

Isso é importante para ficar ciente de quais problemas podem acontecer com a empilhadeira elétrica para, além de evitar, saber como lidar com eles quando ocorrerem e, obviamente, evitar custos e gastos desnecessários.

Você pode achar que isso seja uma perda de tempo, mas não se deixe enganar, porque vai evitar bastante dores de cabeça no futuro e economia de tempo e dinheiro, ao invés de ser pego de surpresa e precisar parar a máquina por um tempo maior para consertá-la.

Analisar de forma recorrente a empilhadeira

Seguindo a ideia do cronograma, ele pode inclusive ser usado para organizar revisões periódicas do equipamento.

Para isso, deve-se confirmar com o fabricante a durabilidade de cada peça e, com essas informações, organizar um cronograma de revisão e substituição dos componentes.

Ou seja, fazer um controle rigoroso para que as peças sejam revisadas e, se preciso, substituídas dentro do período previsto.

A frequência da revisão depende do tipo e modelo das peças da empilhadeira, por isso é importante entrar em contato com os respectivos fabricantes.

Mas, pode ser medida de duas formas: em dias (calendário) ou pelas horas de sua utilização (horímetro, usado para medir as horas de trabalho). O mais aconselhável é revisar o equipamento no menor prazo.

Esses prazos também precisam ser verificados com o fabricante, além de estarem propensos a alteração de acordo com o equipamento e as condições de trabalho. Exemplo disso, é quando o ambiente é contaminado por poeira, onde é provável que o período para revisões seja reduzido e a manutenção precise ser feita antes.

Ficar atento a qualidade dos materiais e acessórios da empilhadeira

Estes são fatores que não é possível ignorar, afinal de contas, implicam diretamente na qualidade de operação da máquina. Logo, é necessário que a máquina conte com elementos de qualidade, desde às rodas ao motor.

Equipamentos de qualidade são cruciais para garantir economia e segurança no trabalho, além de serem fundamentais para a saúde financeira e dos trabalhadores de sua empresa.

Neste ponto, é importante optar por fornecedores e fabricantes que ofereçam o devido suporte após a aquisição dos materiais e acessórios da empilhadeira. Parceiros que ofereçam assistência técnica de qualidade são essenciais.

Além disso, outra dica é manter estoque das principais peças. Inclusive, pelo menos 1 conjunto de rodas.

Realizar a utilização correta da empilhadeira

Outro fator que influencia diretamente na manutenção da empilhadeira, é a forma como ela é operada. Isso significa que quem opera a empilhadeira, além de seguir os procedimentos corretamente, deve estar atento e capacitado para perceber eventuais problemas nas máquinas, identificando quanto antes o possível defeito, evitando maiores prejuízos.

Além disso, tenha em mente que quando a empilhadeira é operada de forma diferente à qual foi projetada, acontece um desgaste prematuro dos componentes.

Não apenas, os ambientes em que a máquina será operada, devem ser seguros e limpos, locais sem grande contaminação de poeira ou substâncias inflamáveis.

Se o ambiente de trabalho apresenta essas condições adversas, é necessário a utilização de equipamentos específicos. Então, é importante conferir com o fabricante, se o modelo da empilhadeira é o mais adequado para o tipo de trabalho que irá ser realizado.

Efetuar a lubrificação do equipamento e verificação da temperatura

Por último, mas definitivamente não menos importante, é fundamental garantir a lubrificação dos equipamentos, como a utilização de óleos do motor, óleos hidráulicos, fluidos de freio e graxas lubrificantes, por exemplo.

Outro ponto importante para a manutenção de empilhadeira ser um processo mais assertivo, é essencial também observar que a média das empilhadeiras é projetada para funcionar entre -15° e 40° C. Sendo assim, fique atento ao controle de temperatura ambiente.

E então?

Neste conteúdo você pôde conferir algumas ações para manter as manutenções de rotina dentro do planejamento e não precisar ficar lidando com manutenções corretivas.

Esperamos que este material possa te ajudar a otimizar os trabalhos ao operar a empilhadeira, evitando eventuais problemas com o maquinário. Mas em caso de dúvidas, fique à vontade para entrar em contato conosco.

Agora, para continuar se atualizando, acesse nosso conteúdo sobre: Como encontrar fornecedores de peças para empilhadeiras elétricas que unam qualidade e preço competitivo?

Adove

Adove

2 comentários em “Manutenção de empilhadeira: como fazer com que ela ocorra dentro do planejado?”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

EnglishPortugueseSpanish