Blog

Tabela Comparativa do melhor material para rodas de skate

Na hora de comprar acessórios e peças para o skate, muita gente acaba lidando com um assunto que parece simples, mas gera dúvidas. Você já teve que escolher o material para rodas de skate? Tem rodas de gel, de ferro, de PU. Qual é a ideal?

A verdade é que atualmente a maioria das rodas de skate é feita de poliuretano e você vai entender os motivos para isso acontecer. Continue lendo e confira:

  • Por que conhecer o material das rodas de skate
  • As vantagens das rodas de skate de poliuretano
  • Outras rodas para skates

Por que conhecer o material das rodas de skate

Quem pratica esse esporte sabe que pequenos detalhes fazem muita diferença na hora de conseguir executar uma manobra ou simplesmente usar o skate como meio de locomoção. E entender a diferença entre os materiais usados faz parte disso.

Uma boa roda permite a evolução mais rápida do skatista, com passeios mais confortáveis e diversão garantida. Para os campeonatos, a diferença é ainda mais notável: com o aumento da performance do atleta.

Sendo assim, considere que a maioria dos fabricantes optam pelo poliuretano (PU) para fazer as rodas de skate. A principal justificativa está no fato dele ser resistente à abrasão e ter uma boa aderência ao solo.

material para rodas de skate Empotech

O elastômero

O PU é considerado um material elastômero. Na química, a explicação para isso é algo como “substâncias compostas por longas cadeias de moléculas orgânicas, os polímeros. Eles apresentam características viscosas e elásticas, os elastômeros”.

Na indústria, o elastômero é encontrado na fabricação de calçados, peças automotivas, acessórios eletrônicos e mangueiras. Mas, também na fabricação de rodas para empilhadeiras e skates, entre outros exemplos.

Seja através dos PUs fundidos ou injetados, o material é conhecido por criar rodas de skate resilientes, resistentes (abrasão, fadiga e impactos), aderentes, duras e com ótimas aparências. Saiba a diferença entre eles no fim do texto.

As vantagens das rodas de skate de poliuretano

A ideia desse tópico não é trazer todas as características técnicas dos fabricantes de rodas de PU para skates. Mas, uma breve explicação sobre cada característica para que o skatista entenda a importância de comprar peças de qualidade.

1 – Resiliência

O que significa uma roda de skate ser resiliente? A resiliência é a energia não absorvida pela roda durante a rodagem. Na prática, uma roda resiliente é aquela que transforma a maior parte da energia aplicada em velocidade e pouco calor. Uma roda pouco resiliente esquenta muito.

2 – Resistência

A roda de PU é resistente à abrasão, fadiga e impactos. Ou seja, ela não fica quadrada ou cônica e nem gasta muito rápido. Do mesmo modo, não é deteriorada e nem entorta. Assim como se mantém intacta no caso de impactos.

3 – Aderência

Para skatistas, a aderência é fundamental para o skate ser funcional. É através disso que eles podem ter potência sem perder o controle das manobras. A aderência é balanceada para cada tipo de modalidade.

4 – Dureza

A dureza é importante para todas as modalidades do esporte, sendo que para o skate street e o skate vertical, as mais duras são mais indicadas. Afinal, não adianta ter uma roda dura se ela não tiver as outras características que o material de PU possui.

Por exemplo, a borracha de um pneu tem dureza 65A e a de nylon possui dureza 75D. No entanto, elas não têm resiliência, resistência, aderência e nem aparência das rodas de skate que são feitas de poliuretano.

Inclusive, a dureza e o diâmetro são os dois fatores mais importantes a serem analisados na hora de comprar uma roda de skate. Eles variam e trazem benefícios para quem busca maior controle dos truques e/ou mais velocidade com a prancha de rodinhas.

5 – Aparência

As rodas de PU podem ser coloridas, foscas ou brilhantes. Um mito que se criou ao longo do tempo é o de que os corantes usados nas rodas tornaram o produto menos durável. Mas, os fabricantes afirmam que a tinta não altera as características das rodas de skate.

material para rodas de skate Empotech 2

Do uretano até o poliuretano

No começo do que temos de mais próximo das atuais rodinhas de skate, podemos citar uma invenção de um norte-americano, Frank Nashworthy, em 1971. Ele foi o primeiro a pensar no uretano para as rodas de skate. 

E de lá para cá, o que mudou foi a fórmula. Enquanto o uretano é apenas um grupo químico, o poliuretano é um material que incorpora vários uretanos. Sendo que é bem mais complexo e vantajoso, além de ser reciclável.

O que ajuda a entender o motivo que faz com que os fabricantes usem esse material na fabricação de rodas de skate. Na comparação com concorrentes, o poliuretano não racha com o tempo, mesmo quando exposto a ambientes externos.

Outras rodas para skates

Antes de chegarmos na tabela comparativa dos materiais usados nas rodas de skate, trouxemos uma série de informações ou mesmo mitos que são disseminados no mercado e podem confundir o consumidor.

As rodas de skate de silicone

A verdade é que não existem essas rodas de silicone hoje em dia. O fato é que a aparência dela é muito próxima com as rodas PU, o que traz a confusão. Como vimos, as rodas de PU são macias e resistentes.

As rodas de skate de PVC

As rodas de skate de PVC existem. Elas são feitas com revestimentos de compostos plásticos e o seu núcleo é de polipropileno copolímero. Também traz rodagem silenciosa para os pisos e tem boa resistência. Mas, são pouco flexíveis.

As rodas de skate de ferro

Aqui vale mencionar a história. Inicialmente as rodas de skate eram de ferro ou de um tipo de massa (clay wheels). Até que Frank Nashworthy desenvolveu a roda de uretano. Hoje, rodas de ferro não são mais usadas para skates.

Tabela comparativa do material para rodas de skate

Depois de avaliar as vantagens do poliuretano e ver as outras opções do mercado é possível que você não tenha mais dúvidas na hora de comprar esses produtos. 

A roda de ferro não existe mais e a de silicone não é de silicone. Então, o que temos disponíveis como opções são as de PU e PVC. E por que o PU fundido é o melhor material para rodas de skate? A resposta está na tabela abaixo. 

Por isso, montamos uma tabela que compara o PU fundido da Empotech, o PU fundido de outras marcas, o PU injetado e o PVC injetado. Veja.

Para fins de curiosidade, considere que o PU injetado é comercializado em forma liquefeita, ao passo que após o resfriamento ele assume o seu formato desejado. Já o PU fundido é moldado, fruto de uma reação entre resina e catalisador. 

Em qualquer área da indústria, os PUs que são moldados, isto é, fundidos, apresentam vantagens quanto aos injetáveis. 

Conheça os produtos de poliuretano da Empotech.

Adove

Adove

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

EnglishPortugueseSpanish