Blog

Roldanas em Poliuretano – Conheça os principais diferenciais

Nós vamos trazer alguns diferenciais das roldanas de poliuretano, que são peças de reposição comuns na indústria. A começar pela durabilidade e resistência. Vale a pena notar outros resultados: aumento de produtividade, diminuição de inatividade e lucro.

Vários equipamentos industriais podem apresentar problemas durante o uso. Em alguns casos, isso é natural devido ao desgaste. Só que o que nem todo gerente de manutenção nota é que esse tempo de desgaste poderia ser maior.

As peças de poliuretano fazem parte do seleto grupo daquelas que menos dão dor de cabeça a esses profissionais da manutenção. Esse revestimento usa uma tecnologia em seu processo produtivo que faz com que os produtos tenham mais qualidade.

  • O que é uma roldana
  • A aplicação da roldana na indústria
  • Os diferenciais das roldanas em poliuretano
  • Como saber qual é a hora exata de trocar as roldanas?

O que é uma roldana

Uma roldana é um sistema que usa uma roda e pode ser aplicado em diferentes máquinas. O objetivo quase sempre é o mesmo: mover objetos pequenos e grandes.

O primeiro nome por trás da ideia é de Arquimedes, o físico e inventor grego. Ele criou o sistema para movimentar corpos pesados, inclusive, os navios.

A partir da invenção, as polias e as roldanas, que formam o sistema; têm sido usadas cada vez mais para movimentar pesos. Na teoria, a explicação é a de que a roldana é a roda que fica encaixada dentro da polia.

Isso quer dizer que usar várias roldanas na polia traz vantagens mecânicas porque cada uma delas terá a sua importância (força) para mover os objetos. Certo? Na verdade, esse não é o recomendado para nenhuma máquina.

O motivo é que ao se ter várias roldanas, o atrito aumenta e o investimento passa a ter efeito contrário. Por isso, a solução passa a ser usar roldanas mais eficientes e robustas, como as que são feitas em poliuretano.

Dessa forma, uma única roldana na polia pode fazer o trabalho sem muito esforço.

A aplicação da roldana na indústria

As roldanas possuem várias aplicações na indústria. Um ótimo exemplo vem com as embaladoras, que são máquinas robustas e inteligentes projetadas para o uso contínuo. No setor alimentício, por exemplo, elas são essenciais para manter os alimentos íntegros.

Outro exemplo vem com as esteiras. Sim, como as esteiras transportadoras. Elas são responsáveis por movimentar produtos a partir das suas composições e formatos – existem vários tipos delas.

O fato é que todo equipamento industrial deve trabalhar de modo satisfatório e assegurando a sua melhor performance. Para isso acontecer, ele tem que contar com peças de qualidade e um bom planejamento de manutenção.

Inclusive, considerando que independente da aplicação, todo maquinário tem o seu desgaste, seja pelo tempo ou pelo uso. Por isso, as peças precisam ser de qualidade. Uma embaladora pode ter que ficar trocando as peças se elas não forem duráveis.

Assim, é possível notar os diferenciais das peças em poliuretano. Até porque seja uma embaladora, uma empacotadora ou uma selecionadora, o que sabemos é que são máquinas fundamentais para os processos produtivos. E ficar com elas paradas não é bom.

Os diferenciais das roldanas em poliuretano

Separamos esse tópico para dizer quais são os motivos pelos quais os gerentes de manutenção devem considerar uma compra mais assertiva da próxima vez que precisarem trocar as roldanas dos seus equipamentos. Veja só!

Redução do tempo de inatividade

Levando em conta aquele exemplo da empacotadora, possivelmente, o investimento foi feito para que a velocidade e o volume da produção aumentassem. O que quer dizer que ficar com a máquina inativa não é uma boa ideia. Por outro lado, o poliuretano é durável.

A começar pelo fato de ter alta resistência à abrasão, solventes e óleos. Em pesquisas feitas se comprovou que elas possuem boa resistência às intempéries, além de suportar cargas pesadas. O que quer dizer que você não precisará de várias roldanas nas polias.

Baixo nível de ruído e de vibrações

Para determinados tipos de produções industriais, como empacotadoras e embaladoras, uma reclamação frequente é com os ruídos e as vibrações. No senso comum, os técnicos pensam que é a falta de lubrificação. Só que na prática nem sempre é isso que acontece.

O poliuretano é um material que traz esse benefício: de manter a sua resistência, inclusive, à hidrólise. E esse simples fato aumenta a vantagem do produto. Temos um estudo sobre as peças de poliuretano: possuem melhor custo-benefício do que os outros materiais.

Alta adesão com a superfície de metal

E também vale mencionar o fato de que o poliuretano tem uma boa adesão com o metal. E isso é importante porque boa parte das máquinas da indústria de empacotamento são fabricadas com essa matéria-prima.

O uso de peças não confiáveis ou de baixa qualidade acabam reduzindo muito o tempo de uso e a eficácia das roldanas. Sem garantia de eficiência, também vem os problemas produtivos. Por isso se recomenda o uso das peças de poliuretano.

Como saber qual é a hora certa de trocar as roldanas?

O motivo da troca de roldanas é muito simples: prevenção de problemas maiores e mais caros, além da regularidade na alta performance dos ativos.

Ao se fazer a manutenção preventiva será possível chegar aos melhores resultados. Só que esse processo não é tão simples como abrir o Google Agenda e adicionar algumas datas lá para iniciar os processos. A gestão é muito mais ampla.

A partir disso, vem a ideia do PCM, que é o Planejamento e Controle da Manutenção. É essa simples mudança estratégica que vai permitir a maior durabilidade das máquinas, assim como a melhor performance e maior lucro, também.

Adove

Adove

EnglishPortugueseSpanish